Banha de porco x óleo de soja?
06/10/2016
Comer Consciente
13/12/2016

Ser magra é = ser feliz?

Tudo que lemos nas redes sociais atualmente é promovendo de alguma forma a MAGREZA:

 “Tome essa cápsula e fique com a barriga chapada”, “Seque em 10 dias com o shake detox”.

Como se ser magro fosse uma necessidade vital, um objetivo de vida.

O tamanho da obsessão e busca pela magreza é grande demais. Ao passo que existem empresas ficando ricas através da promoção obsessiva da magreza, tem pessoas ficando realmente doentes (física/mental) por causa dessa busca incansável, que na verdade não tem um sentido definido, é apenas porque “todo mundo quer ser magro, eu também tenho que ser”.

Essa história da magreza é tão injusta e falsa que dá para perceber ao analisar a espécie humana. Nós somos compostos por diversos biotipos diferentes, determinados pela carga genética.

Algumas pessoas tem conteúdo de massa muscular maior, ou menor, conteúdo de gordura maior em determinado local do corpo, ou menor, enfim, nossos corpos SÃO BEM DIFERENTES! Essa é a tão falada individualidade biológica.

Acontece que alguém, em um belo dia (não sei quem foi) pegou 1 tipo de corpo, disse que ele seria o modelo a ser seguido por todos. A partir de então, milhares de mulheres se mutilam, se privam, ficam ansiosas, perdem o brilho de viver, apenas para tentar  SE ENCAIXAR nesse modelo pregado por uma indústria que só está lucrando com toda essa reviravolta e sofrimento.

Se você passou a vida inteira tentando entrar nesse corpicho que não é seu, por favor, agora pare!!!

fita

Tente tirar essa névoa que cobre seus olhos, que distorce sua visão, que distorce sua percepção de imagem corporal. Você é muito mais bonita do que imagina!!! Seu corpo tem sua beleza própria, você não tem que copiar ou ser igual outra pessoa, pois seria IMPOSSÍVEL, mesmo que quisesse!

Se você está fazendo  mil e uma dietas malucas, se privando de momentos gostosos com seus amigos/familiares, se você está vivendo uma NEURA do “não pode comer isso, não pode comer aquilo”, se você tem medo de sua fome, se você tem culpa ao comer o tempo todo, se você não está em paz com sua alimentação, POR FAVOR, vamos parar com essa neura por aqui?

espelho

Você pode estar a 1 passo do desenvolvimento de transtornos sérios como a bulimia ou anorexia, você pode estar sofrendo do comer transtornado! Veja esse pequeno vídeo, explico direitinho, caso você se identifique, é hora de mudar. http://nutricaomaisinteligente.com.br/5-erros-que-diminuem-o-emagrecimento/

Não tenha medo de sua fome, não ache que seu único objetivo na vida é ser magra. Você não percebe que isso acaba com você e nunca consegue o tal do objetivo sonhado, sobrando só frustrações?

Acho que esse pequeno texto pode te ajudar também: http://nutricaomaisinteligente.com.br/magrao-ou-gordao-demais/

E sabe qual é o grande problema de tudo? Não é o seu corpo, e sim sua mente! O desespero por exibir um corpo de tal modelo esconde algum medo, insegurança, complexo de inferioridade. Esses sentimentos surgem sem nem percebermos, após o comentário de alguém, há pouco tempo ou há muitos anos atrás.

Pare e pense.

Identifique o que realmente te assola, pare de se comparar com as outras pessoas. Você é você!

Compare-se com você mesma, e em tempos curtos, não compare como você era há 10 anos atrás, seu corpo vai mudar mesmo!

Então de uma vez por todas, delete da sua mente que sinônimo de felicidade é estar magra.

Desenterre sua autoestima, veja quem você é,  o quão bonita é!!! Tome as rédeas da sua vida e não se preocupe com julgamentos ou comparações, quem pode falar sobre você, é você mesma!

E por favor, fale e pense coisas boas de você, não perca tempo sendo infeliz por coisas poucas!

A vida é recheada de momentos lindos demais para você perder tanto tempo buscando incansavelmente vestir um manequim 36.

A vida não se resume a isso.

Será que você tem perdido bons momentos por conta dessa preocupação doentia?

Não queira ser igual ninguém, encontre o que você tem de melhor e seja feliz!!!

Ao se auto conhecer, com certeza saberá que para ser feliz, não é preciso estar magra!

heart-icon

Obs.: deixo bem claro aqui que não sou contra qualquer tipo de busca saudável por algum objetivo estético.

Sou contra uma busca incansável, doentia, frustrante, recheada de ansiedade e tristeza por um corpo “perfeito” e impossível, de acordo com o padrão biológico individual. Sou contra padronização de corpos, sabendo que somos todos diferentes!

Até a próxima,

Dra. Clarissa.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *