Xô NEURA! Perder Peso x Emagrecer? O que é melhor?
14/10/2015
Vilão: glutamato monossódico – Cuidado, ele pode estar na sua casa!
21/10/2015

O chá do momento: hibisco

Emagrece? Desincha? Seca a barriga? Tira a gordura abdominal? Como usar?

O hibisco (Hibiscus sabdariffa L.), possui muitas propriedades antioxidantes! Simplificando: pode melhorar função do sistema imonológico e pode atuar no rejuvenescimento (proteção de órgãos internos e também, estéticos). Essa capacidade é por conta da presença de antocianinas, vitamina C e polifenóis. Em alguns países,  é até utilizado como planta medicinal.

Porém, saiu na mídia que tomar chá de hibisco seca a barriga, emagrece, etc. Assim como todas as modas, essa foi mais uma! O chá de hibisco não tem capacidade de promover oxidação de gordura (“queima” de gordura) de nenhuma forma. Na verdade, associando esse chá com uma alimentação equilibrada, aí sim, vemos alguns benefícios como: diminuição da retenção de líquidos (principalmente porque o indivíduo que antes bebia pouca água, acaba ingerindo um pouco mais por conta do chá), ajudando a “desinchar”. Além disso, quando se tem uma alimentação equilibrada, a quantidade de sódio também diminui, melhorando também o inchaço. Então, o que muitas pessoas se confundiram foi justamente com isso. Um conjunto de atitudes levou à diminuição de gordura e melhora no inchaço, porém, não foi exclusivamente devido ao hibisco, e sim ao conjunto de fatores associados.

Por isso que bato sempre na tecla: Chá de hibisco, é ótimo! No máximo 3 xícaras por dia podem lhe trazer muitos benefícios (como listei no primeiro parágrafo). Mas sua ingestão deve estar associada a uma alimentação saudável, senão nenhum efeito será percebido pelo corpo. Não é o chá de hibisco a senha mágica, e sim o conjunto de fatores da alimentação.

Lembrando que, os melhores horários para tomar o chá é bem longe das refeições principais. Pois geralmente em todos os chás, temos a presença de substâncias que são chamadas de “fatores anti nutricionais” que se forem associados com o ferro/zinco/cálcio de um almoço ou jantar, corre-se o risco de perder esses nutrientes. Ou seja, ao beber o chá após jantar e almoço, você pode diminuir a absorção de ferro/cálcio/zinco do alimento que acabou de ingerir. Então, cuidado! Beba o chá nos lanches intermediários (meio da manhã/meio da tarde).

Além disso, não é porque um alimento é bom, que devemos tê-lo em exagero no dia a dia. No máximo, 3 xícaras/dia, ok?

E o principal: ele deve ser ingerido sem AÇÚCAR né gente! 🙂 Está mais que provado, esclarecido e analisado empiricamente (observando a barriguinha kk), que açúcar engorda! Além de outros problemas como estímulo para pré-diabetes.

O chá tem um gosto meio cítrico, então para quem não gosta muito, pode associar uma pitadinha de canela na hora do preparo (se não houver problemas com pressão alta – canela é estimulante).

Ah, e finalmente,  a melhor forma de fazer é a infusão, para preservar mais os nutrientes: ferver a água, desligar o fogo e jogar as flores de hibisco. Deixar tampado por 10min e aí, bom apetite!

Artigos Científicos – fonte:

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26471615

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26394363

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26180582

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25875025

Até a próxima!

Dra. Clarissa

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *